close
CustosDicas

Resumo Documentação e Exigências para o Veículo – América do Sul

resumo-documentacao-e-exigencias-para-o-veiculo-america-do-sul
Só Vamos

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Viajar de carro por outros países requer um cuidado especial quanto aos itens exigidos para o automóvel. Além do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo e dos itens obrigatórios no Brasil (triângulo, extintor de incêndio, cinto de segurança para todos os passageiros, etc), listamos os demais itens que providenciamos para a primeira etapa da Expedição Extremos, na América do Sul.

DOCUMENTAÇÃO POR PAÍSES

ARGENTINA

  • CNH ou PID
  • Seguro Carta Verde
  • Faróis Acesos
  • Autorização (para carros de terceiros)
  • 2 Triângulos
  • Cambão
  • Apoio de cabeça para bancos dianteiros
  • Adesivo de Velocidade Máxima
  • Adesivos luminosos
  • Kit de Primeiros Socorros

CHILE

  • PID
  • Seguro Soapex ou Carta Verde (opcional)
  • Faróis Acesos
  • Autorização (para carros de terceiros)

COLÔMBIA

  • PID
  • Seguro SOAT
  • Faróis Acesos
  • Autorização (para carros de terceiros)
  • Cópias de documentos

EQUADOR

  • PID
  • Faróis Acesos
  • Autorização (para carros de terceiros)
  • Não existe seguro obrigatório
  • Cópias de documentos

PERU

  • PID
  • Seguro SOAT
  • Faróis Acesos
  • Autorização (para carros de terceiros)
  • Cópias de documentos
  • Evitar viajar com vidros escuros

URUGUAI

  • CNH ou PID
  • Seguro Carta Verde
  • Faróis Acesos
  • Autorização (para carros de terceiros)

ESPECIFICAÇÕES

Permissão Internacional para Dirigir (PID)

Para dirigir em outros países é necessário obter a Permissão Internacional para Dirigir (PID). Este documento é a carteira internacional de habilitação. Somente nos países do Mercosul, Argentina, Paraguai e  Uruguai, ela não é exigida para brasileiros que possuem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A PID traduz as mesmas informações da CNH em várias línguas, como alemão, árabe, espanhol e francês. Portanto, o prazo de validade, a categoria de habilitação e restrições médicas da PID são as mesmas da CNH.

Seguro Carta Verde

Contratar o Carta Verde é obrigatório para quem quer entrar de carro em países do Mercosul. Este seguro tem o objetivo de cobrir danos pessoais e materiais causados a terceiros não transportados pelo veículo segurado.

Várias seguradoras no Brasil emitem este documento, como a Porto Seguro, Allianz, Mapfre, Zurich, etc. A apólice pode ser contratada com antecedência. Nós adquirimos o nosso seguro um mês antes da viagem.

Você escolhe o período da viagem, informa o modelo do carro (o que faz diferença no preço) e algumas informações pessoais.

Seguro SOAPEX

Apesar do Chile não cobrar um seguro obrigatório para terceiros, é recomendável fazer um.

Você pode pedir uma extensão do Seguro Carta Verde e incluir o Chile na apólice ou contratar o seguro Soapex.

O Seguro Obligatorio de Accidentes Personales Causados por Vehículos Motorizados con Matrícula Extranjera cobre danos pessoais causados ao condutor, pessoas transportadas e terceiros afetados por um acidente de trânsito, envolvendo o veículo segurado. Nós contratamos o Soapex pela internet da empresa chilena Seguros Magallanes (www.segurosmagallanes.cl) e, assim que efetivamos o pagamento, já recebemos por e-mail o documento.

Seguro SOAT Peru

Para ingressar no país e rodar legalmente pelas estradas peruanas, é necessário contratar um Seguro Obrigatório, o SOAT.

SOAT (Seguro Obrigatório de Acidentes de Trânsito) funciona, praticamente, como o seguro DPVAT no Brasil, e assegura tratamento médico para os passageiros do veículo e terceiros envolvidos em um acidente.

 

Seguro SOAT Colômbia

Na Colômbia é exigido que veículos estrangeiros portem o Seguro Obrigatório, também denominado de SOAT, assim como no Peru. Contudo, há uma distância muito grande entre o seguro ser obrigatório e ele ser solicitado pela polícia. E este foi o caso da Colômbia.

 

 

 

Autorização para Veículos de Terceiros ou Alienados

Para sair do Brasil com um automóvel que não está em seu nome ou que esteja alienado ao banco ou financeira, em caso de financiamento, é necessário obter uma autorização para tráfego de veículos fora do território nacional.

Você também pode utilizar um documento que montamos para vocês… clique aqui preencha e o utilize.

 

Faróis Baixos Acessos

Quando for viajar pelas estradas da América do Sul lembre-se de manter permanentemente o farol baixo do seu veículo aceso. Não confunda o farol baixo com o farolete.

Muitos brasileiros que viajam por estas bandas, por não estarem acostumados com esta prática, são constantemente abordados pelos policiais e, algumas vezes, advertidos ou multados. Então, para não se esquecer, cole um recadinho no volante ou nos faróis, até que você esteja adaptado com esta regra.

Cambão

Na Argentina exige-se, como parte da legislação de trânsito do país, que o motorista tenha disponível um cambão rígido ou cabo de aço, em caso de necessidade de reboque do veículo. Quanto viajávamos com nossa antiga caminhonete, optamos por adquirir o cambão rígido com resistência para até 2,5 toneladas, pois, além de ser a opção mais segura, é a única que pode ser utilizada no Brasil, em caso de emergência.

É um item difícil de ser encontrado, pois é muito pouco utilizado. Procuramos em diversas oficinas e lojas de autopeças em nossa cidade e, como não o encontramos, acabamos comprando pelo Mercado Livre. Você também pode optar por comprar o cambão nas cidades fronteiriças de Brasil/Argentina ou Brasil/Uruguai.

Adesivo de Velocidade Máxima (Veículos Grandes)

Se você for transitar na Argentina com veículos de grande porte (pick-upstrailers, vans, micro-ônibus e etc), é necessário colar na traseira do automóvel um adesivo que limita a velocidade máxima permitida.

Em nosso caso, que viajamos com uma Land Rover Defender 110, tivemos que afixar um adesivo de 110 km/h. Cada automóvel possui uma velocidade estabelecida, sendo que quanto maior o porte, menor a velocidade permitida.

Não se esqueça de fazer este procedimento assim que entrar no país, pois a polícia caminera marca em cima desta exigência. Esses adesivos devem ser oficiais (fornecedor 3M) e normalmente são encontrados em postos de gasolina ou lojas de autopeças na Argentina.

Adesivos Luminosos/Refletivos na Traseira (Veículos Grandes)

Além do adesivo de velocidade máxima, se você for transitar na Argentina com veículos de grande porte (pick-upstrailers, vans, micro-ônibus e etc) é necessário também colar na traseira do automóvel adesivos luminosos ou também conhecidos como refletivos de sinalização.

Não se esqueça de fazer este procedimento assim que entrar no país, pois a polícia caminera marca em cima desta exigência. Esses adesivo normalmente são encontrados em postos de gasolina ou lojas de autopeças na Argentina.

KIT Adicional para seu Carro

Na Argentina, é obrigatório o veículo portar dois triângulos de sinalização. Em algum eventual problema na estrada, você deve colocar um triângulo atrás e o outro à frente do seu automóvel.

Aproveite e adquira um kit adicional para seu carro e para você, como cabo de extensão para bateria para uma “chupeta”, luvas, lanterna, cordas… Já que estamos sendo os mais precavidos possíveis.

 

 

KIT de Primeiros Socorros

Assim como um dia já foi exigido no Brasil, o Kit de primeiros socorros é obrigatório nos veículos que trafegam na Argentina. Pois é, os nosso vizinhos argentinos são bastante exigentes!

Costuma sair mais em conta comprar cada item separadamente para montar seu kit do que comprar um kit em qualquer lugar. Nessa montagem de kit você vai encontrar 2 gases, esparadrapo, álcool gel, luvas, tesoura e 2 ataduras.

Mitos: Lençol Branco e Fósforos

Existem lendas que os policiais argentinos exigem que o motorista carregue no seu veículo um lençol branco e fósforos. O lençol branco, em caso de qualquer acidente fatal, serviria como mortalha, para cobrir o corpo das pessoas acidentadas. Este item não é obrigatório pela legislação argentina, mas há relatos de mochileiros que, ao serem parados por policiais, foi pedido para que mostrassem o lençol branco.

Acreditamos que esta ação se trata mais de um golpe na tentativa por conseguir alguma propina. Assim, o melhor a se fazer é imprimir o código de trânsito argentino e levá-lo em sua bagagem. Em caso de qualquer abordagem suspeita (e corrupta), peça ao guarda para lhe mostrar aonde está escrito esta exigência. Esta, pensamos ser a melhor estratégia. Mas também não custa muito levar um lençol… até porque você provavelmente vai precisar para dormir.

Os fósforos eram exigidos em legislações municipais antigas na Argentina e o objetivo era para acender lampiões balizadores a álcool sólido ou óleo, que avisavam sobre acidente ou carro parado na estrada. Isso anteriormente ao uso do triângulo. Mas também não seria nada mal evitar problemas colocando alguns fósforos em sua kit de viagem.

Carta do Consulado da Argentina

Infelizmente, muitos brasileiros viajantes relatam casos de corrupção da policia caminera, a polícia rodoviária da Argentina.

Para evitar problemas com a polícia corrupta, você pode imprimir o documento ao lado, que foi expedido pelo Consulado da Argentina no Brasil ou pedir uma nova via.

Este documento foi cedido pelo Henrique e Bernardo, do projeto Let`s Go to Patagonia.

Para baixar clique aqui.

 

 

 

Fonte: terraadentro
Imagens: pexels stocksnap
Só Vamos

Deixe uma Resposta